segunda-feira, 28 de abril de 2008

Não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe

Já tentei ter uma comunidade no Orkut chamada "Toda uninanimidade é burra" - frase de Nelson Rodrigues. O mesmo autor de "Toda nudez será castigada" - acho que o tio tinha um caderno com vários "Toda..." e depois ía completando os pontinhos. Perdi o saco de ter comunidade depois que uma anta resolveu participar muito ativamente.

Enfim, isso me veio na cabeça porque eu andei pensando em muitas coisas que há por aí e que eu não tenho a menor vontade ou paciência de conhecer, notícias que eu me recuso ouvir. Não, eu não sou um exemplo de ser individual que vive sua idiossincrasia, looooooooooooonge disso. Afinal, eu acabei de baixar o CD Hard Candy da Madonna, que mais da metade do planeta já deve ter. E faço minha escova progressiva e minhas luzes pra ficar igual a todas as outras mulheres. É que eu ando meio azeda e pensando em fazer jus ao nome desse blog. Então vamos lá.

- Não, não gostei do CD da Madonna. Todas as músicas parecem iguais e são chatas;
- Nunca ouvi essa bosta do Cansei de Ser Sexy. Acho esses caras uns malas, só de ver foto deles posando de "suuuuuper indies" me dá vontade de dar um soco. Aposto que ouvem Calipso. E adoram;
- Odeio novela. Qualquer uma. Não assisto porra nenhuma da TV aberta. Casseta e Planeta está na minha lista de programas estúpidos e sem graça. Aliás, o que eles estão fazendo no ar ainda? Alguém assiste? Já vai longe o tempo em que algum amigo vinha perguntar "cê viu o Casseta ontem?" (não pensem em respostas pornográficas, por favor);
- Não, não vou comentar o caso Isabella;
- Odeio McDonald's, Burger King e afins;
- Me enchi de Lost. Nem vi quando começou a temporada nova. A chamada diz que o seriado traz respostas - foda-se, eu já esqueci as perguntas mesmo;
- Cantoras neo MPB como Céu, Mariana Aydar, Vanessa da Mata, Maria Rita e afins podem se dar as mãos e ir tentar achar o Padre Adelir. São chaaaaaaaatas...
- Tenho orgulho de não saber quem é quem dos Big Brothers;
- Nunca assisti Sex and the City e nem pretendo mudar isso.

Essa lista tende a crescer infinamente.

Frase

Ouvi essa frase hoje de manhã na 97FM e adorei: "mulher de amigo meu é que nem muro alto - a gente morre de medo mas trepa".

Eu fico puta

Mas que saco essa nova modalidade de spam. Eu fico animada achando que algum amigo escreveu um comentário pra mim e quando vou ver, é um cornoviadofilhodumaputalazarento que fica mandando link de merda.

Vão tudo tomar no cu seus cocozentos.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Momento Ohm que cuti do dia

Mini Alvinho numa soneca tão fofa que dá vontade de pega-lo, fazer uma bolinha e guardar no bolso!

A linda mamãe da garotada, em plena forma uma semana depois de ter dado à luz os 5 bebês.

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Crescendo!

É impressionante como noto diferença nos filhotinhos da noite pro dia! Sem brincadeira, cuido deles* antes de me deitar, geralmente às 22:30, 23:00, e, logo pela manhã, quando vou vê-los, acho que já cresceram mais!

Estão rechonchudinhos, fofinhos e maiores! Nasceram 5 dias atrás e já têm um álbum com 123 fotografias, pois é impossível vê-los e não correr buscar a máquina pra registrar mais uma pose fofinha. Olhem só!


O "Mini Toti" e o "Mini Alvinho" - veja como são parecidos como os originais!


"Mini Tininha" mostrando a língua pra foto

Todos os Mini Bichos Pança (by Bolly's Inc.) numa nana bem preguiçosa!

*Justiça seja feita: quem cuida - e muito bem! - deles é a Zazá, que tem se alimentado direitinho, tomado vitaminas e está cheinha de leite. Eu cuido mesmo é dela, levando comidinha, limpando a caixa de areia e fazendo cafuné, já que ela adoooooooooooora um colinho. E é tão linda, tão fofa, que deixa a gente mexer com os filhotinhos e nem liga.

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Uhuuuuuuuu


You are The Wheel of Fortune


Good fortune and happiness but sometimes a species of
intoxication with success


The Wheel of Fortune is all about big things, luck, change, fortune. Almost always good fortune. You are lucky in all things that you do and happy with the things that come to you. Be careful that success does not go to your head however. Sometimes luck can change.


What Tarot Card are You?
Take the Test to Find Out.

O nascimento

Conforme prometido, a história e as fotos. Na quinta-feira chegamos à noite, bem tarde, vindos de um evento. Como rotina, fui cuidar da Zazá, colocar mais comida, ver sua caixinha de areia e ficar um pouquinho com ela. Tudo normal como sempre; ela toda doce, faminta e carinhosa! Tudo certo, fui dormir.

No dia seguinte me levantei e fui vê-la. Minha patota estava de prontidão na porta do quarto dela mas eu nem estranhei, pois sempre fica um de plantão por lá. Quando entro, vejo a fofa numa casinha de espuma que chamamos de "cogumelo", com cara de "opa, aconteceu alguma coisa" e ouço miadinhos altos e insistentes. Quando vou olhar lá estão todos eles, nascidos e já cuidados!

Fiquei mais boba do que já sou, não sabia se chorava, corria ou ficava lá vendo aquelas coisinhas lindas e muito pequeninas! Fui chamar o Du que levantou num salto e já começou a fazer as primeiras fotos.

Zazá e sua prole, na caminha-cogumelo que serviu como sala de parto!

Nasceram 5 bebezitos e ainda não sei se são machinhos ou feminhas, como diria sem querer querendo o Chaves (pelamordedeus, não o Hugo!). Só um veterinário pode identificar nesse momento! Fiquei chateada por achar que a Zazá precisou de mim e eu estava lá, bela e folgada dormindo. Mas ela fez tudo sozinha e está suuuuuuuuuuper bem, se alimentando e cuidando direitinho deles, que têm mamado bastante!


Hora do "mamá"!

Os irmãozinhos reunidos

Já com 2 dias de vidinha boa!

Ui! Ainda num cuntigo abi o oio!


sexta-feira, 4 de abril de 2008

NASCERAM!

São cinco lindos bebês! Mãe e filhos passam bem!

Em breve fotos e mais detalhes!

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Mudou de nome

Em uma super democrática decisão autoritária, decidi mudar o nome da nova fofa do pedaço. Assumindo que eu sou quase a Angelina Jolie dos gatinhos de rua, (re)batizei a pequenota como:

Zahara Shiloh Reis Sanches.

Para os íntimos, Zazá.